(+351) 261 411 151 ERPI (+351) 261 412 329 geral@scmlourinha.pt

ERPI (Lar de Idosos)

FINALIDADE E PRIORIDADES DE INTERVENÇÃO

A resposta social de ERPI deverá ser desenvolvida para pessoas idosas ou outras cuja situação social, familiar, económica e/ou de saúde, não lhes permita permanecer no seu meio habitual de vida.

  1. Acolher pessoas idosas ou outras, para cuja problemática bio-psico-social seja a resposta social de ERPI, a mais adequada.
  2. Assegurar serviços permanentes e adequados a cada cliente, que satisfaçam as suas necessidades de subsistência e existência em termos de dignidade humana, contribuindo assim para o normal desenvolvimento do processo de envelhecimento e para o evitar da sua regressão.
  3. Criar/promover condições propiciadoras da autonomia e bem-estar, estimulando a participação dos clientes na resolução dos seus problemas.
  4. Criar condições que permitam preservar e incentivar a relação intrafamiliar.
  5. Potenciar a integração social.

ÂMBITO DE INTERVENÇÃO GEOGRÁFICA

A ERPI da Santa Casa da Misericórdia da Lourinhã tem como âmbito de intervenção geográfica prioritário, a freguesia e concelho da Lourinhã.

DESTINATÁRIOS

A Estrutura Residencial de Apoio a Idosos da Santa Casa da Misericórdia da Lourinhã destina-se à habitação de pessoas em situação de dependência física, mental ou social, transitória, permanente ou em situação de maior risco de perda de independência e/ou de autonomia, nomeadamente:

  1. Pessoas com 65 ou mais anos.
  2. Pessoas com idade inferior a 65 anos, para quem se comprove, após o estudo e diagnóstico da situação-problema apresentada, que a integração em ERPI é a resposta mais adequada. Estas situações serão avaliadas caso a caso pela Mesa administrativa da Santa Casa da Misericórdia da Lourinhã.

MODALIDADE DE ALOJAMENTO

A ERPI da Santa Casa da Misericórdia da Lourinhã assume a modalidade de alojamento coletivo de utilização permanente, com a tipologia de quartos.

O alojamento compreende:

  1. Quarto (de 2 ou 3 camas, conforme vagas existentes no momento da admissão).
  2. Instalações sanitárias adequadas (com ajudas técnicas).
  3. Utilização dos diversos espaços comuns (sala de convívio, sala de ocupação de tempos-livres, capela, espaços de lazer interiores e exteriores, refeitório, entre outros).

SERVIÇOS PRESTADOS

  1. Em ERPI são prestados os seguintes serviços:

a) Alimentação adequada às necessidades dos clientes, respeitando as prescrições médicas e incluindo as refeições de: Pequeno-Almoço, Almoço, Lanche, Jantar, Ceia, bem como, outros reforços alimentares essenciais ao bem-estar de cada indivíduo;

b) Cuidados de higiene pessoal, de imagem e conforto;

c) Tratamento de roupa;

d) Higiene dos espaços;

e) Atividades de animação sociocultural, lúdico-recreativas, ocupacionais e de gerontomotricidade, férias organizadas em regime aberto (entre outras, sempre que possível), que visem contribuir para um clima de relacionamento saudável entre clientes e para estimulação e manutenção de capacidades físicas e psíquicas, em conformidade com os interesses dos mesmos;

f) Apoio no desempenho das atividades da vida diárias;

g) Preparação e administração de fármacos, quando prescritos;

h) Cuidados médicos;

i) Cuidados de enfermagem (cuidados primários e de tratamento imediato ao aparecimento de qualquer lesão);

j) Apoio psicossocial;

I) Outros serviços, aquando a existência de Técnicos habilitados;

m) Assistência religiosa, sempre que solicitada pelo cliente, familiares ou representante legal (de acordo com as crenças religiosas individuais);

n) Acompanhamento ao exterior em situações de urgência;

o) Acompanhamento ao exterior em situações de manifesta necessidade e/ou consultas ou deslocações exteriores de outra natureza, de acordo com as necessidades de cada cliente e disponibilidade do equipamento em termos de recursos humanos e materiais.

  1. Serviços Adicionais:

a) A convivência social entre clientes, seus familiares, amigos, cuidadores e comunidade;

b) A participação dos familiares ou representante legal no apoio ao cliente sempre que possível, desde que este apoio contribua para o seu bem-estar e equilíbrio psicoafectivo e não perturbe os demais clientes e o normal funcionamento do equipamento.